Reflexões sobre Kendo – Perder é ruim?

Contextualizando

No ano passado surgiu a ideia de organizar torneios internos do dojo aqui de João Pessoa, entrei para a “comissão organizadora” e no ano passado mesmo conseguimos realizar duas edições que foram além de instrutivas, bastante divertidas.

Como o único campeonato que os integrantes do dojo participavam até então era o Norte/Nordeste, que acontece uma vez por ano, o torneio interno viria justamente para suprir essa demanda e fazer com que surgissem mais oportunidades de praticar, além da etiqueta, o comportamento e movimentação dentro de um shiai-jo e “fazer bonito” em eventos oficiais.

Esse ano tivemos alguns problemas com os locais de treino e estamos tendo apenas 1 dia de treino por semana e mesmo assim, mantivemos a ideia de organizar a terceira edição do torneio ainda no primeiro semestre, mas surgiu um problema …

_DSC0790 (1)

O problema

… poucas pessoas fizeram a inscrição!

Muitos explicam que não estão participando dos treinos, ou que estão treinando pouco e mesmo explicando que o objetivo principal do torneio é praticar o comportamento como um todo dentro de um shiai-jo poucos se inscrevem.

Eis que em algumas conversam apareceram questionamentos sobre os motivos para os colegas não participarem do torneio.

A reflexão

Perder é ruim?

É possível que alguns deixem de participar com receio de perder ou até mesmo de fazer feio na frente de outros, mas é realmente ruim perder num campeonato ou até mesmo perder todas as lutas?

Na minha opinião, não, não é!  Ao perder um combate é, eventualmente, possível identificar quais falhas você apresentou ou mesmo as falhas que o oponente apresentou e você não explorou, os momentos seguintes a derrota são de muito aprendizado, tanto de controle emocional quanto de reflexão sobre o que aconteceu poucos instantes depois, valendo até uma conversa com algum colega para ter uma visão de quem estava assistindo.

Se eu perdi eu sou ruim?

Não creio que seja bem assim, perder um determinado combate não quer dizer que você seja ruim como um todo, em meu entendimento, você não apresentou o melhor kendo naquele momento.

Então, se eu ganhei eu sou bom?

Como na questão anterior, também creio que não! É provável que você tenha apresentado um kendo melhor que seu oponente em determinado momento, mas não mostra que você seja melhor que ele, ou até mesmo um bom kenshi, o que seria uma característica bem subjetiva pra se medir, se fosse possível medir, em um único embate.

Mas eae? Para que serve então um torneio?

Entendo como um bom momento para testar suas habilidades, afinal, no ji-geiko não se conta pontos, é um treino livre para praticar mesmo.

Em um shiai, não basta marcar um ponto válido, é preciso mostrar e convencer dois dos três shinpans que o seu ponto foi válido, que você foi capaz de suprimir seu oponente, que seu golpe teve kikentai e assim por diante.

Conclusões

Após uma luta perdida, está uma ótima oportunidade de reflexão e aprendizado, é possível analisar o que aconteceu, tentar identificar o que foi feito errado e melhorar essa fraquezas para as próximas oportunidades, fraquezas essas fisicas ou mentais, afinal, esse é um dos propósitos do kendo, certo?

Moldar a mente e o corpo,
cultivar um espírito vigoroso,
e, através do treino correto e rígido,
ter por objetivo a melhoria de sua habilidade na arte do Kendo, […]

Mesmo ao ganhar um combate, também é possível identificar falhas apresentadas e tentar corrigi-las, por que ainda temos mais propósitos no kendo:

[…] estimar a cortesia e a honra,
relacionar-se com os outros com sinceridade
e sempre buscar cultivar a si mesmo. […]

O texto completo com os propósitos do kendo pode ser encontrado no site da CBK, porém, esses trechos em especial me pareceram ir bem de acordo com o assunto aqui abordado.

Se você concorda, discorda ou se tem algo para acrescentar ou até corrigir, deixe um comentário!

0 / 5. 0

Esta entrada foi publicada em Colunas, Reflexões, Texto e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para Reflexões sobre Kendo – Perder é ruim?

  1. raspuktin disse:

    Parabéns, ótima reflexão. Faz a gente pensar no que é importante de verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *